Frases e trechos de 50 Tons mais escuros

 

Frases e trechos de 50 Tons mais escuros

Frases e trechos de 50 Tons mais escuros

Os melhores trechos e frases marcantes do sucesso 50 tons mais escuros.


Mas eu sou um homem egoísta. Eu quis você desde o momento que você entrou em meu escritório. Você é requintada, honesta, quente, forte,inteligente, sedutoramente inocente; a lista é interminável. Eu tenho respeito por você. Eu quero você, e o pensamento de alguém tê-la é como uma faca cravada em minha alma negra.”



Não sou nada, Anastasia. Sou a casca de um homem. Não tenho coração.
O nó em minha garganta se expande. Ah, Christian, você tem sim, você tem um coração e ele é meu. Quero amá-lo pra sempre. Mesmo ele sendo tão complexo e difícil, eu o amo. Sempre vou amar. Nunca haverá outra pessoa. Nunca.”



— O que eu posso fazer para que você entenda? Eu não vou fugir. O que posso dizer?
Ele olha pra mim, revelando seu medo e angústia novamente. Ele engole.
— Há uma coisa que você pode fazer.
— O quê? — Eu disparo.
— Case comigo — Ele sussurra.
O quê? Será que ele realmente…
Pela segunda vez em menos de meia hora meu mundo para.”



Então estamos no elevador, e nós somos mãos e bocas, línguas e lábios, dedos e cabelos. Desejo espesso e forte, corre através do meu sangue, obscurecendo toda minha razão. Ele me empurra contra a parede, prendendo-me com os seus quadris, uma mão no meu cabelo, a outra no meu queixo, segurando-me no lugar.
- Você é minha.- Ele sussurra.- Meu destino está em suas mãos, Ana.”



Minha boca cai no chão. O sótão está irreconhecível. A sala está cheia de flores…há flores por toda parte. Alguém criou um cenário mágico de belas flores selvagens, misturados com luzes de fadas brilhantes e lanternas em miniaturas, que dá um brilho suave e pálido na sala.
Meu rosto vira para ver o seu, ele está olhando para mim, sua expressão é inlegível. Ele encolhe os ombros.
- Você queria corações e flores,- ele murmura.
Eu pisco para ele, sem acreditar muito no que eu estou vendo.
- Você tem meu coração.”


— Pensei que nunca mais fosse ver você — sussurro. Pronto: as palavras foram ditas. Todos os meus piores medos arrumados numa frase curta, e agora já exorcizados.
— Não foi tão ruim quanto parece.
Pego seu paletó e os sapatos do chão e caminho na direção dele.
— Deixe que eu levo isso — sussurra ele, pegando o paletó.
Christian olha pra mim como se eu fosse sua razão de viver, e tenho certeza de que espelha o meu olhar. Ele está aqui, realmente está aqui. Ele me puxa para seus braços e me envolve.
— Christian — engasgo, e minhas lágrimas brotam de novo.
— Está tudo bem. — Ele me acalma, beijando meu cabelo. — Sabe… nos poucos segundos de puro terror antes de pousar, todos os meus pensamentos estavam em você. Você é meu talismã, Ana.
— Pensei que tinha perdido você — Ofego.”




Ligo a tevê de tela plana para que o ruído preencha o vazio e proporcione uma sensação de companhia, mas não a escuto nem olho para ela. Sento-me e encaro a parede de tijolos com o olhar vazio. Estou apática. Não sinto nada além de dor. Por quanto tempo precisarei suportar isso?”




Sei, no fundo, que sempre serei sua, e ele sempre será meu. Percorremos um longo caminho juntos, e ainda temos muito que caminhar, mas somos feitos um para o outro. Somos almas gêmeas.”




Não corra, por favor, tenha um pouco de fé em mim e um pouco de paciência. Por favor.”



— Você é um pervertido.
— Eu sei.
— Meu pervertido. — Sussurro
— Sim, seu… Para sempre.”


 
— Você ainda não foi direto ao ponto esta noite. Nada mudou, Christian.
— Tenho uma proposta para você.
— Tudo isso começou com uma proposta.
— Uma proposta diferente.”



– Então isso é um não?
Eu suspiro.
– Não, Sr. Grey, isto não é um não, mas não é um sim também. Você só está fazendo isso porque está com medo, e não confia em mim.
– Não, estou fazendo isto porque, finalmente encontrei alguém com quem quero passar o resto da minha vida.


Eu estou rindo de sua audácia, Srª Lincoln. Christian e eu não temos nada a ver com você. E se eu abandoná-lo e você vier me procurar, eu estarei esperando, não duvide. E talvez eu vá te dar uma amostra do seu próprio remédio em nome do menino de 15 anos de idade que você molestou e provavelmente o fodeu mais do que ele já estava.”



Ele se inclina e , bem devagar lambe o sorvete derretido . Meu corpo se ascende de desejo .
- Hm . Fica ainda mais gostoso em você , Srta. Steele .”



- E então… quer uma bebida? – murmuro enrubescendo.
- Não, obrigado, Anastasia. – seu olhar escurece.
Por que estou tão nervosa?
- O que você quer fazer, Anastasia? – pergunta ele suavemente, caminhando em minha direção, todo selvagem e sensual. – Eu sei o que eu quero fazer – acrescenta, em voz baixa.”



- Quero você, Anastasia. - murmura ele. - Eu amo e odeio, e eu amo discutir com você. É tudo muito novo. Preciso saber que estamos bem. E esse é o único jeito que conheço para descobrir.
- O que eu sinto por você não mudou - sussurro.”



Então estamos no elevador, e nós somos mãos e bocas, línguas e lábios, dedos e cabelos. Desejo espesso e forte, corre através do meu sangue, obscurecendo toda minha razão. Ele me empurra contra a parede, prendendo-me com os seus quadris, uma mão no meu cabelo, a outra no meu queixo, segurando-me no lugar.
- Você é minha.- Ele sussurra.- Meu destino está em suas mãos, Ana.”


— Você é muito fácil de amar. Você não vê isso?
— Não, querida, eu não sou.
— É. E o amo assim como sua família. Assim como Elena e Leila, eles têm uma maneira estranha de mostrar isso, mas elas o amam. Você é digno.
— Pare.
Ele coloca o dedo sobre meus lábios e balança a cabeça, uma expressão angustiada no rosto.
— Eu não posso ouvir isso. Eu não sou nada, Anastásia. Eu sou a sombra de um homem. Eu não tenho um coração.”



Ele corre o olhar ao redor da sala, agitado. Procurando por inspiração? Por intervenção divina? Não sei.
– Você não pode ir. Ana, eu amo você!
– Eu também amo você, Christian, é só que…
– Não… não! – diz ele, desesperado, e leva as mãos à cabeça.
– Christian…
– Não – sussurra ele, os olhos arregalados de pânico, e, de repente, ele está de joelhos diante de mim, a cabeça abaixada, as mãos espalmadas nas coxas. Ele respira fundo e não se move.”



Estes últimos dias têm sido um inferno. Todos os meus instintos me dizem para deixar você ir, que eu não mereço você. Eu vejo sua dor. E é difícil saber que fui eu que fiz você se sentir assim. Mas eu sou um sujeito egoísta. Eu quis você desde que caiu em meu escritório. Você é delicada, honesta, afetuosa, forte, inteligente, inocente de um modo sedutor; a lista é interminável. Você me deixa bobo. Eu quero você, e a ideia de que outra pessoa possa possuir você é como uma faca perfurando minha alma.”



— Ótimo. Onde está o sorvete?
— No forno. — Eu sorrio docemente para ele.
Ele derruba sua cabeça para um lado, suspira, e balança a cabeça para
mim. — O sarcasmo é a forma mais baixa de humor, Srta. Steele. — Seus olhos
brilham.”



Ele diz baixinho com aquela estranha habilidade que ele tem de ler a minha mente.”



Não vá embora, por favor. Tenha um pouco de fé em mim e um pouco de paciência. Por favor.”




- Você tem alguma ideia do quão feliz você faz sentir? - Ele murmurou.
- Sim… Eu sei exatamente. Porque você faz o mesmo a mim.”



- O que você quer, Anastásia - ele respira.
- Você - Me engasgo.
- Onde?
- Na cama
Ele se liberta, recolhe-me em seus braços, e leva-me rápida e aparentemente sem nenhum esforço para meu quarto.”



Eu gosto de controle, Ana, e perto de você ele … - Ele destaca, seu olhar intensivo - Evapora …”



Olhando para o meu reflexo, lembro me de suas palavras, meu coração enchendo se mais uma vez, e meu rosto se transforma com um sorriso ridículo. Talvez a gente consiga fazer isso dar certo.”



- Quero você, Anastasia. - murmura ele. - Eu amo e odeio, e eu amo discutir com você. É tudo muito novo. Preciso saber que estamos bem. E esse é o único jeito que conheço para descobrir.
- O que eu sinto por você não mudou - sussurro.”




Christian se senta na cama, observando-me com um divertimento mal disfarçado, misturado com cautela, enquanto eu me seco e pego minhas roupas. Talvez ele esteja esperando para ver qual será a minha reação às revelações de ontem.”



- E agora, Anastasia?
- Beije-me - sussurro.
- Onde?
- Você sabe onde.”



- Eu nunca me canso de você.Não me deixe.
- Eu não vou a lugar nenhum, Christian.”



-Não me deixe.
-Pelo Amor de Deus…Não!
-Mesmo?
-O que eu preciso fazer para você entender que não vou fugir? O que você quer que eu diga?
-Tem uma coisa que pode fazer…
-O que?
-Casar-se comigo.”


- Como se sentiria se você não pudesse me tocar?
- Devastado e Privado.”



Ele se inclina e , bem devagar lambe o sorvete derretido . Meu corpo se ascende de desejo .
- Hm . Fica ainda mais gostoso em você , Srta. Steele .”



Eu envolvo meus braços ao redor do corpo, me abraçando com força, me segurando. Sinto falta dele. Eu realmente sinto falta dele… Eu o amo. É simples assim.”



- Não me faça rir quando estou com raiva de você! - Eu grito. E ele sorri, um sorriso deslumbrante, cheio de dentes, sorriso de todo garoto americano, e eu não posso ajudá-lo. Eu estou sorrindo e rindo, também. Como eu poderia não ser afetada pela alegria que vejo em seu sorriso? - Só porque eu tenho um maldito sorriso estúpido no meu rosto, não significa que eu não esteja louca como o inferno com você, - eu murmuro ofegante, tentando reprimir o meu riso de líder de torcida da escola.”

    Escolha:
  • ou
  • para comentar
Nenhum comentário:
Write comentários